2 – Ter consciência que aprender a amar e a servir é nossa única e verdadeira missão, e o primeiro paso para uma vida feliz e próspera.

«A EMPATIA E O ALTRUISMO COMO MANIFESTAÇÃO DO AMOR AOS DEMAIS»

1. Em uma creche, uma menina atropela e quebra uma garrafa. A assistente junto os pedaços e põem numa bolsa plástica de lixo. Caminha até o lixeiro, só que antes escreve num papel «CUIDADO VIDROS», e cola com fita adesiva na bolsa de plástico. Penso em quem ia recolher.

2. Quando a pobreza me enriqueceu o espirito e depois da caída, me levantei crendo. Quando no meio de um dialogo intranquilo encontrei a palavra que faltava. Quando entendi que hoje posso encontrar o sentido do amanhã. Quando compreendi que os que eu quero, podem contar comigo porque guardo o tesouro dos seus segredos como se focem meus. Quando entendi que o que eu dou é o que eu vou receber. Quando aceitei os meus errores e não mudei com as minhas vitórias. Quando decidi enfrentar quem sou, encontrei um amanhã no meu espelho, a imagem de alguém que aprendeu a aceitar.

3. No meu bairro tem um idoso que todos os dias, a mesma hora, se senta em um dos bancos da praza para ler o jornal. Uma tarde, quando eu voltava do trabalho, o encontrei na porta da minha casa. Me viu chegar de longe, e segurava a porta amavelmente. E eu como também o vi, corri para que não espere muito. Quando cheguei na porta, ele falou: «Nãoooo, não corra, que de todos os modos vamos chegar igual.». Agradeci e sai, pensando nas palavras dele. Porque vamos tão rápido? Aonde deixamos os bons costumes?: Temos muito que aprender das pessoas mais velhas. Vemos que camian pelas ruas sem presa, descansando, tomando seu tempo, sentados em qualquer parque, observando, deixando passar as horas. Quanta razão tinha aquele homem sábio de tantos anos de experiência. O tempo sempre passa e por muito que corremos, vamos chegar igual, tarde ou cedo.






Slider by webdesign